” Suelen, a cobra que tem medo de sapos em ‘Avenida Brasil’. “

Publicado: 14/04/2012 em TV

suelen
Foto: Divulgação/TV Globo

Ela é bonita, e tira proveito da situação. Seu andar é demasiado rebolativo. Provoca qualquer marmanjo. A barriguinha fica de fora. A calça é justíssima. Afinal, sabe que tem corpo para isso. Os ombros ficam à mostra ao vestir camisetas e batas folgadas. Está pronto o figurino de Suelen, personagem de Isis Valverde em “Avenida Brasil”, novela de João Emanuel Carneiro exibida pela Rede Globo às 21h. Bem diferente do perfil dos papéis que fizera em “Sinhá Moça”, “Caminho das Índias” e “Ti-ti-ti”. Entretanto, o que lhe sobra em beleza lhe falta em caráter. Não se importa nem um pouco com esta qualidade que lhe é ausente. Sua autoconfiança desmedida a faz ter uma postura manipuladora. Trabalha na loja de roupas de Diógenes (Otávio Augusto), “A Elegância”. Possui uma sinceridade acachapante com as freguesas, beirando a maldade. Suelen não está nem aí se fulana ou sicrana se magoou com o que disse. Acha-se no direito de dizer, e diz mesmo. Age de modo inescrupuloso tanto com homens quanto com mulheres. Sabotou o “Concurso Garota Chapinha”, tentando prejudicar Tessália (Débora Nascimento), que saiu vencedora. Darkson (José Loreto) também foi uma de suas vítimas. O rapaz descolado e com pinta de sedutor da área, que anuncia no microfone os produtos da loja em que trabalham, caiu na lábia da moça num baile charme do clube. Antes, Olenka (Fabíula Nascimento), interessara-se pelo jovem, e fora buscar bebida. Flagra-os intimamente em uma das salas, e sendo mulher que “não deixa barato”, esconde as roupas e aciona o alarme. Dá-se o escândalo. Já Diógenes foi alvo de chantagem da “periguete”, que registrou no celular cenas comprometedoras dos dois. Sua demissão está suspensa por ora. Continuou assim “a botar a maior banca”. Quem não gostou nada foi Roni (Daniel Rocha), filho de Diógenes que não a suporta. Ela, aliás, vive fazendo insinuações maliciosas sobre a sexualidade dele. Roni decide se vingar colocando barata e sapo no banheiro onde a vendedora se troca. Descobre que Suelen tem pavor de sapos, e combina com Leandro (Thiago Martins) incrementar o grau da vingança, espalhando um número maior daqueles no mesmo local. A sirigaita se desespera, e ao ser pressionada pelo filho do patrão para que diga onde estão as provas que incriminam supostamente o seu pai, rende-se. Só que Suelen é “cobra criada”, e usa Leandro como meio para entrar na casa de quem a empregava, e recuperar as fotos. Além de deixar o jogador de futebol "mal na fita", pois foram descobertos juntos, atinge o seu objetivo. Suelen continuará aprontando "das suas". Com sapos ou sem sapos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s