“Janela Indiscreta”

Publicado: 20/04/2012 em Cinema

janela-indiscreta
Foto: Divulgação

Se tivermos que fazer uma seleção dos cem melhores filmes do cinema, com certeza, a obra do mestre inglês Alfred Hitchcock, “Janela Indiscreta” (Rear Window” no título original) estaria incluída. Trata-se de um daqueles longas-metragens ao qual não se cansa de assistir. James Stewart, imobilizado pelas circunstâncias, cultiva como seu único prazer bisbilhotar a vida dos vizinhos que moram à sua frente num prédio de apartamentos. Seu personagem tem ao seu lado a belíssima Grace Kelly. E o “voyeurismo” habitual faz aquele testemunhar um crime, e assim se tornar a próxima vítima de quem o cometeu. E daí não posso falar mais, para não revelar o fim para os que desejam vê-lo. O mote usado por Alfred fora tão inovador que servira de inspiração para o diretor Brian de Palma realizar “Dublê de Corpo” (“Double Body”), que contava com Craig Wasson e Melanie Griffith no elenco. Porém, há que se destacar que o clássico de Hitchcock fora baseado num conto de Cornell Woolrich, “It Had To Be Murder”. Confiram-no.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s