“O Rio de Estácio”

Publicado: 26/04/2012 em Poema

4420258089_385b24ab37_b1
Foto: site skyscrapercity

A minha homenagem à Cidade do Rio de Janeiro:

Estácio fundou

Sebastião abençoou

São Sebastião

Flechado foi

Assim como o Rio

Tem problema, não

O santo é adorado

A cidade também

Confundiram a baía com rio

No mês de janeiro

Podia ser em fevereiro

Fevereiro que é a “cara” do Rio

Não nos importa que seja baía ou rio

O que vale é que a água banha o pão

O Pão de Açúcar

O sal molhando o doce

Temos o verde na pedra

A pedra não reclama

Tampouco o verde

Há lugar “pra” todo mundo

Temos a “Princesinha do Mar”

Areias, areias, areias…

O Cristo a nos olhar

Parece sério

Só parece

Ele nos observa

Toma conta de nós

Ninguém nunca o viu zangado

Ele está sorrindo

Podem reparar

E o carioca?

Dizem tanto do carioca…

Mas todos amam os cariocas

O carioca da praia

O de terno da Rio Branco

E até o que à toa fica

Quem neste vasto mundo de Drummond

Não se deixaria resistir pelo charme do fraseado

Do gingado deste ser chamado…

Como é mesmo o nome?

CARIOCA!

Paulo Ruch

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s