“E Norma infringe as normas…”

Publicado: 12/05/2012 em TV

edit2
Foto: Divulgação/Rede Globo

Desde que saiu da casa de concreto que lhe usurpou a liberdade por longo tempo, sob regime com restrições, Norma (Gloria Pires), em “Insensato Coração”, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, devota-se a não se impor condições a fim de lograr única meta: a destruição, seja ela de que forma for, de Léo (Gabriel Braga Nunes). E para isto, a técnica de enfermagem não poupa esforços para atingir a vitória na missão a que se propôs. Mudou radicalmente o visual. Em buscas nas zonas de meretrício, é sabedora do nome real do desafeto. Armando ficou no passado. E Leonardo no presente. Com o dinheiro de Araci (Cristiana Oliveira) consegue se mudar para o Rio de Janeiro, não sem antes dar cabo de Cátia (Lidi Lisboa). Leva consigo a parceira de todas as horas, Jandira (Cristina Galvão), que a ajudou a descobrir o paradeiro do facínora. Jandira de doidinha não tem nada. Ao chegar à Cidade Maravilhosa, matricula-se na academia de ginástica dos bacanas, na qual Natalie Lamour (Deborah Secco) mantém a exuberância física. Dela se aproxima à cata de valiosas informações. Repete o ato com Bibi (Maria Clara Gueiros). Julga que a melhor maneira de entrar no mundo dos ricos se dará por meio de Milton Castelani (José de Abreu). Precisa de um contato maior. Deseja a vaga do apartamento de Fabíola (Roberta Rodrigues), mas há um capoeirista chamado Diogão (Cleiton Morais), que pouco gosta de camisa, atrapalhando seus planos maquiavélicos. Não é problema para Norma. Combina com garota de programa para que esta seduza o capoeirista que pouco gosta de camisa. Deverá haver sexo na moradia da moça que canta sambas. Diogão cai fácil na armadilha. A vaga agora é de Norma Pimentel. Enturma-se com Milton. Descobre que há ligação de Léo com Marina (Paola Oliveira). Vai juntando as peças do quebra-cabeça. A cabeça da mulher que leu Dostoiévski na cela úmida não para de funcionar. Surge festa de aniversário de Bibi, a devoradora de abdômens definidos. Oportunidade de se juntar aos que não se preocupam com contas a pagar. Mas como ir ao evento? Fabíola não quer ir. Norma quer. Nada que um sonífero não resolva. E resolveu. A vingativa do Horto acompanha o produtor cultural. Conhece Teodoro (Tarcísio Meira), o ricaço hedonista. O ricaço hedonista passa mal. Ricos também passam mal. Norma, com cara de boa moça, dispõe-se a ajudá-lo. Tem em mente ser sua acompanhante. Mas há Mario (Cadu Fávero), mais um que lhe perturba o juízo. Nada que substância não permitida colocada na mochila do rapaz, e com aviso à homem que guarda a lei, não o tire de campo. A bola está na marca do pênalti. E quem a coloca é Teodoro. Norma está pronta para chutar. Pode ser que o goleiro defenda ou não. Enquanto isso, Norma vai infringindo as normas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s