“Ele pensou que fosse se dar bem com Bibi em ‘Insensato Coração’. Só pensou. Patrick é Leandro Lima.”

Publicado: 27/04/2012 em Moda, TV


Foto: Fabrizia Granatieri/CARAS ONLINE

O relacionamento de Bibi (Maria Clara Gueiros) e Patrick (Leandro Lima), no folhetim de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, sempre causou-nos impressão pelo inusitado, pelo aspecto demasiadamente liberal do romance. Ambos não eram casados. Exigência de Patrick, que já almejava lograr com possível separação tudo o que houvesse sido produzido e/ou ganho pelos dois durante a união estável. Ao saber desta tomada de decisão do rapaz que conhecera em despedida de solteira saindo de dentro de um bolo trajando apenas tapa-sexo, a prima de Marina (Paolla Oliveira) logo tratou de não colocar qualquer bem que fosse no nome dela a partir da data do início da relação. E durante essa “união” para lá de esquisita, Bibi ia “fazendo das suas”. Nenhum homem que exibisse rosto bonito e físico “trabalhado” escapava-lhe. Garçom, frequentador de hotel… Enquanto isso, Patrick em casa. E Bibi falando mal dele, questionando-se o porquê de ainda estarem juntos. O engraçado acontecia quando a personagem de Maria Clara “intimava” o namorado a nadar mais, pois o peitoral não estava a contento. E Leandro Lima possui corpo cuidado! Até que um dia, não sei se “da caça ou do caçador”, a mulher com tendências ninfomaníacas fragra o jovem aos beijos com Andressa (Nathália Rodrigues), a ex-amante de Cortez (Herson Capri). Fim de caso. E início de peleja judicial. Patrick pensa que possui direitos. Não possui. O que lhe restou foi uma carona dada pela ex-namorada. Bem, falemos agora de Leandro Lima. Leandro é natural de João Pessoa, Paraíba, e começou a trabalhar como modelo bastante cedo. Almejava atuar na televisão. Cursou a Oficina de Atores da Rede Globo, e a partir daí participou de algumas produções da emissora, como “Caminho das Índias”, de Gloria Perez, “Caras & Bocas”, de Walcyr Carrasco, “Viver a Vida”, de Manoel Carlos, a minissérie “Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor”, de Maria Adelaide Amaral, e “Passione”, de Silvio de Abreu. Por sinal, a interpretação nesta obra impeliu o diretor Daniel Berlinsky a convidar Leandro para personificar Patrick. Detalhe: Leandro Lima fora testado antes para ser Roni, papel que coube a Leonardo Miggiorin. Como modelo, integra o “cast” da Ten Model Management. No presente momento, faz parte da campanha da grife francesa IKKS, e será capa e terá editorial a ele dedicado na revista JUNIOR. Sua intenção é conciliar as duas profissões. Torçamos para que Leandro Lima mantenha o sucesso tanto em uma quanto em outra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s