Arquivo da categoria ‘Moda’

090
Foto: Paulo Ruch

A atriz Natallia Rodrigues na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week, durante a sua temporada Verão 2016, no Parque Cândido Portinari.
Natallia é paulistana.
Com apenas 10 anos iniciou a sua carreira de modelo, sendo que somente aos 15 decidiu entrar para um curso de teatro.
Em busca de melhores oportunidades na profissão, resolve se mudar para o Rio de Janeiro, onde consegue o seu primeiro papel na TV, a Patty de “Desejos de Mulher”, novela das 19h escrita por Euclydes Marinho para a Rede Globo em 2002.
Aposta jovem da emissora, é escalada para viver uma vilã, Carla, entre os anos 2003 e 2004, na 10ª temporada de “Malhação”.
Após um episódio no programa “Linha Direta” (“O Crime do Sacopã”), a intérprete ruma para outro canal, a RecordTV, no qual participa de um folhetim de época adaptado por Marcílio Moraes e Rosane Lima de três romances de José de Alencar (“Senhora”, Lucíola” e “Diva”), “Essas Mulheres” (sua personagem se chamava Nicota Seixas).
Mantém-se na RecordTV, integrando o elenco de uma trama juvenil criada por Margareth Boury, “Alta Estação”.
Sua telenovela seguinte foi “Luz do Sol”, de Ana Maria Moretzsohn, em que defendeu a Promotora de Justiça Laura.
Sua última aparição na Record se deu em uma produção de Cristianne Fridman, “Chamas da Vida” (na história, personificou Suelen, uma moça do subúrbio do Rio de Janeiro seduzida pela fama).
Em seu retorno à Rede Globo, tem passagens por duas novelas: “Insensato Coração”, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, e a livre adaptação da obra de Jorge Amado, “Gabriela, Cravo e Canela”, “Gabriela”, assinada por Walcyr Carrasco (a atriz interpretou Natasha, uma prostituta de origem russa).
No ano seguinte, em 2013, volta a trabalhar com Walcyr, desta vez em “Amor à Vida”, em que encarnou uma enfermeira, Elenice.
Após todos esses trabalhos, Natallia experimenta o canal fechado, no caso o Multishow, sendo convidada para participar da série baseada no livro de Marcelo Rubens Paiva, “A Segunda Chamada”, como a cafetina Fabi (na sinopse, desvenda-se o mundo da prostituição de luxo em São Paulo).
Em 2015, ocorre a sua terceira colaboração com o autor Walcyr Carrasco, ao entrar para a trama de sua nova novela, exibida às 23h pela Rede Globo, a polêmica “Verdades Secretas”, como Estela.
Depois de fazer uma participação em um episódio da sitcom “Eu, Ela e Um Milhão de Seguidores”, no Multishow, a artista representa Michelle, na série da HBO criada por Bruna Lombardi, “A Vida Secreta dos Casais”.
Já nos cinemas, além de suas atuações em curtas-metragens, esteve em “Estamos Juntos”, de Toni Venturi; “Os Homens São de Marte… e É pra Lá que Eu Vou”, de Marcus Baldini; “Elis”, de Hugo Prata; “O Doutrinador”, de Gustavo Bonafé; e “Skull – A Máscara de Anhangá”, de Kapel Furman.
A atriz também poderá ser vista em “Virando a Mesa”, de Caio Cobra, com previsão de estreia para o final deste ano.
Nos palcos, Natallia encenou mais de uma dezena de espetáculos, como “Mancha Roxa”, “Abajur Lilás”, “Beijo no Asfalto”, “Paris Belfort”, “Vamos?”, “Divórcio!”, “Caros Ouvintes”, “Sobre Ratos e Homens”, “Jogo Aberto” e “O Inevitável Tempo das Coisas”.
Em sua mais recente peça, Natallia Rodrigues dividiu a cena com Edwin Luisi e Anderson Müller, num texto de Renato Modesto com direção de Alexandre Reinecke, “O Martelo”.

Agradecimento: TNG

040.JPG
Foto: Paulo Ruch

O jornalista e apresentador Fernando Rocha ao lado de sua esposa, a também jornalista Júlia Bandeira na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week.
Fernando é mineiro de Belo Horizonte.
Antes de se dedicar integralmente ao jornalismo, trabalhou como cientista na área de dados por 10 anos.
Sua primeira experiência na televisão (ainda quando trabalhava como cientista de dados) foi como apresentador de um talk show na TV Minas.
Decidiu cursar Jornalismo, conseguindo, após formado, empregar-se nas Redes Bandeirantes e Globo, em São Paulo.
Atuou tanto como repórter quanto como editor de esportes.
Sua grande oportunidade na TV surgiu em 2011 quando foi convidado para apresentar, ao lado de Mariana Ferrão, o programa matinal da Rede Globo “Bem Estar” (um dos objetivos da atração era informar o público de forma leve, geralmente com a presença de especialistas do setor médico, sobre questões de saúde e maneiras práticas e preventivas de se levar uma vida saudável).
Fernando permaneceu como apresentador do “Bem Estar” até fevereiro de 2019.
Em março deste mesmo ano, a jornalista Mariana Ferrão também se desligou do programa, sendo substituída por Michelle Loreto.
No início de abril, o “Bem Estar” foi extinto, transformando-se em um quadro esporádico de outra atração matinal, o “Encontro com Fátima Bernardes”.
Fernando, em 2015, enquanto era apresentador do citado programa, participou do quadro do “Domingão do Faustão”, na mesma emissora, “Dança dos Famosos”.
Recentemente, Fernando Rocha anunciou, por meio de sua conta oficial no Instagram, que em breve apresentará ao público seu mais novo programa (na foto publicada, o jornalista aparece na bancada de uma cozinha nos bastidores da gravação de seu projeto).
A jornalista Júlia Bandeira atuou na Rede Globo como repórter do programa comandado por Caco Barcellos “Profissão Repórter”, e no “Como Será?”, programa exibido aos sábados, no qual apresentou a série “Missão Patagônia”.

Agradecimento: TNG

177
Foto: Paulo Ruch

A cantora, compositora e empresária Caroline Celico na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week.
Paulistana, filha do empresário Celso Celico e de Rosângela Lyra, ex-presidente da Dior no Brasil, foi casada com o ex-jogador de futebol Kaká.
Caroline estudou na infância e adolescência no Colégio Américo e no Saint’s Paul School (Escola Britânica de São Paulo).
Decidiu aperfeiçoar o seu inglês em Londres, e o seu francês em Paris, onde também se dedicou à culinária, uma de suas predileções, frequentando as aulas de instituições prestigiadas da área, como o Le Cordon Bleu e o Ritz.
Conheceu o jogador Kaká (importante atleta que passou pelos times São Paulo e Milan, além de ser titular da Seleção Brasileira) em 2002, vindo a se casar em dezembro de 2005 (a vida do casal sempre foi incessantemente acompanhada pela imprensa).
Em nove anos de casamento, Caroline e Kaká tiveram dois filhos.
Seu interesse pela música começou quando cantava no grupo “Renascer Praise”, pertencente à Igreja Renascer em Cristo (exerceu esta atividade no período de 2003 a 2009).
Em 2010, lançou os CD e DVD “Carol Celico”, os quais continham várias faixas compostas por ela, tendo contado com as participações especiais de Claudia Leitte, Kaká e cantores gospel (antes a cantora já havia lançado três CDs com seus respectivos DVDs).
Preside a Fundação Amor Horizontal (criada pela própria Caroline), que tem por objetivo estimular a prática da doação, oferecendo ajuda a diversas instituições de caridade, escolas e creches públicas.
No ano passado, Caroline Celico firmou uma parceria com Chris Ayrosa na empresa de assessoria e design de eventos de luxo no Brasil Party Design (com esta sociedade, voltou à função de assessora de eventos e design exercida em Milão, na Itália, em 2007).

Agradecimento: TNG

 

073
Foto: Paulo Ruch

A apresentadora e repórter Fernanda Keulla na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week, no Parque Cândido Portinari.
Fernanda nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais.
A advogada entrou para a 13ª edição do reality exibido pela Rede Globo “Big Brother Brasil”, e se sagrou a grande vencedora.
Fernanda foi contratada pela emissora para ser repórter do hoje extinto programa de variedades “Vídeo Show”, tornando-se, tempos depois, uma de suas apresentadoras.
Na edição deste ano do “BBB”, Fernanda Keulla atuou como apresentadora e mediadora das mesas-redondas com os eliminados da atração, que iam ao ar na internet pelo Gshow.

Agradecimento: TNG

 

107
Foto: Paulo Ruch

O cantor, apresentador e repórter João Gordo na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week, em sua temporada Verão 2016.
João, que nasceu em São Paulo, tornou-se conhecido em todo o país como vocalista da banda de punk Ratos de Porão, na qual entrou em 1983 (seu primeiro show foi na PUC paulista; o grupo Ratos de Porão é uma referência neste gênero musical, sendo prestigiado internacionalmente).
Em 1996, inicia uma longeva carreira de apresentador na MTV Brasil, tendo comandado um sem número de programas: “MTV No Ar” (somente como repórter), “Suor MTV”, “Garganta e Torcicolo”, “Gordo Pop Show”, “Gordo On Ice”, “Gordo a Go-Go” (durou cinco anos), “Piores Clipes do Mundo”, “Gordo à Bolonhesa”, “Gordo Freak Show”, “Gordo Visita” (esteve nesta produção por três anos), “Gordo Viaja”, “Caveirão do Gordo” e “Fundão MTV”.
No ano de 2008, torna-se um dos jurados do programa do SBT “Astros”, uma atração inspirada no antigo “Show de Calouros”, da mesma emissora.
Já em 2009, retorna ao canal onde começou, sendo convocado para a apresentação de dois programas: “Gordo Chic Show” e “Gordoshop”.
Entre 2010 e 2012, foi repórter do extinto programa apresentado por Marcos Mion, “Legendários”, exibido na RecordTV.
Na mesma RecordTV, exerce novamente a função de jurado, desta vez no “talent show” “Ídolos Kids”.
Seu último programa como apresentador, “Eletrogordo”, foi ao ar há dois anos no Canal Brasil.
Nos cinemas, dublou as vozes dos personagens Buzz no filme “Deu Zebra” (“Racing Stripes”, no original), de Frederik du Chau, e Fletch, do longa britânico “Matadores de Vampiras Lésbicas” (“Lesbian Vampire Killers”, no original), de Phil Claydon.
João Gordo segue com a sua carreira musical com a banda Ratos de Porão.

Agradecimento: TNG

 

006
Foto: Paulo Ruch

A blogueira de moda, maquiadora e modelo Camila Coelho na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week.
Camila é mineira de Virginópolis.
Com apenas 14 anos, mudou-se para os Estados Unidos, onde morou por alguns anos no estado da Pensilvânia, até se fixar em definitivo na cidade de Boston, capital de Massachusetts, local em que vive até hoje com o seu marido.
Sua paixão por produtos de beleza em geral, em específico os batons, levou-a a fazer um curso de maquiagem.
Em seguida, trabalha na Dior, na loja Macy’s (paralelamente, atendia a clientes em domicílio, como noivas e madrinhas de casamento).
Em 2010, influenciada pela maquiadora americana Kandee Johnson, que possuía um canal no YouTube, decidiu criar um próprio.
Um ano depois, Camila decidiu lançar um blog, o “Super Vaidosa” (com a pretensão de se dedicar somente a ele, abandonou seu primeiro emprego).
Em pouco tempo, lojas virtuais começaram a enviar maquiagens e roupas para serem testadas e usadas, respectivamente, pela blogueira, que emitia as suas opiniões por meio de postagens de fotos e vídeos.
O blog se torna um sucesso comercial, sendo administrado com o seu marido, Ícaro Brenner Coelho.
Bem-sucedida tanto com o seu canal quanto com o seu blog, com forte influência sobre os inscritos, passa a ser convidada para ser capa de várias revistas do gênero, além de emprestar a sua imagem a marcas conhecidas como Natura, Le Postiche e Riachuelo, dentre outras.
Atualmente, com as redes sociais, Camila Coelho se tornou uma referência indispensável nos quesitos moda e beleza, possuindo milhões de seguidores fiéis às suas dicas.

Agradecimento: TNG

 

 

 

 

 

180
Foto: Paulo Ruch

O humorista Léo Lins, durante a gravação do programa do SBT “The Noite Com Danilo Gentili”, na edição comemorativa dos 20 anos da São Paulo Fashion Week.
Léo Lins é carioca.
Sua estreia como comediante foi com o espetáculo de stand-up comedy, no qual havia shows de mágica, “Pão e Circo”.
Em seguida, passou a fazer parte do primeiro grupo de stand-up comedy do país, o “Comédia em Pé”.
Também é escritor, tendo lançado dois livros sobre este gênero de apresentação humorística, o “Notas de Um Comediante de Stand-up Comedy” (o primeiro que discorre sobre o tema no Brasil) e “Segredos da Comédia Stand-up”, além de “Sapo Césio – Uma História de Vida Contagiante”.
Estreou na televisão em 2008 no quadro do “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, “Quem Chega Lá”, em que foi um dos finalistas (os participantes mostravam esquetes próprios de humor).
Em 2009, começou a sua carreira solo com o espetáculo “Surreal”.
Léo soma a incrível marca de mais de mil shows de stand-up comedy, inclusive internacionais, apresentados no Reino Unido, e em países como Portugal, Japão e Alemanha.
No ano seguinte, foi contratado pela Band como redator da atração comandada por Marcos Mion, “Legendários”.
Como ator, foi visto na novela “Malhação”, da TV Globo.
Foi entrevistado no “Programa do Jô” (Rede Globo), no jornalístico “A Liga” (Band), além de ter participado do humorístico “A Praça é Nossa” (SBT).
Em 2011, a Band o contratou para integrar a bancada do talk-show de Danilo Gentili, “Agora é Tarde” (a produção durou dois anos).
No final de 2013, Danilo Gentili se mudou para o SBT, criando o programa “The Noite”, levando consigo praticamente toda a sua equipe, incluindo Léo Lins.
Como repórter, entrevistou várias personalidades, como Stan Lee, Harisson Ford, Tim Burton e George Miller.
Esteve na atração “República do Stand-up”, no Comedy Central, e no documentário de Pedro Arantes, “O Riso dos Outros”.
Narrou a série “A História dos Bêbados”, no Comedy Central.
Estará no filme de Fabrício Bittar, com estreia prevista para novembro deste ano, “Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro” (no elenco, Danilo Gentili, Murilo Couto, Dani Calabresa e o apresentador Ratinho).
Desde 2014, Léo Lins é membro fixo do talk-show de Danilo Gentili, “The Noite com Danilo Gentili”, no SBT.

Agradecimento: TNG