Fashion Rio Outono Inverno 2014 – Píer Mauá

Publicado: 16/03/2014 em Evento, Moda

216
A atriz Fabiana Karla e eu, após o término do primeiro dia de desfiles do Fashion Rio Outono Inverno 2014.
Fabiana é recifense, e adolescente, iniciou sua trajetória artística.
A estreia na televisão foi num folhetim de Manoel Carlos, escrito para a Rede Globo, no horário nobre, em 2003, “Mulheres Apaixonadas”, como Célia.
Seu talento para o humor sempre foi conhecido, levando-a a participar de “A Grande Família” e demais seriados na mesma emissora.
No ano de 2004, passa a ser do elenco fixo do humorístico, que vai ao ar nas noites de sábado, “Zorra Total” (suas criações são Dilmaquinista, Lucicreide e Dra. Lorca).
O autor Walcyr Carrasco acreditou em seu potencial, e lhe deu importante papel, Olga Bastos, no “remake” de “Gabriela”, novela que foi ao ar a princípio em 1975, cujo teledramaturgo, Walter George Durst, inspirou-se no romance de Jorge Amado, “Gabriela Cravo e Canela”.
Walcyr gostou tanto do seu trabalho, que a convidou para defender uma das personagens que mais caíram nas graças do público, a enfermeira Perséfone, em “Amor à Vida”.
Exibiu seus dotes de dançarina para o quadro do “Domingão do Faustão”, “Dança dos Famosos”.
Mantém profícua relação com o cinema, tendo feito longas como “Trair e Coçar é só Começar”, de Moacyr Góes (baseado na famosa peça teatral homônima de Marcos Caruso); “A Máquina”, de João Falcão; “Xuxa Gêmeas”, de Jorge Fernando; “O Palhaço”, de Selton Mello e “Casa da Mãe Joana 2”, de Hugo Carvana.
No teatro, protagonizou “Gorda – Quanto vale o amor”, um espetáculo com tons cômicos e dramáticos de Neil Labute (o texto fora bem recebido por público e crítica nos Estados Unidos, Europa e América Latina).
Sua voz pode ser ouvida em uma das faixas do CD “Par ou Ímpar”, de Kleiton e Kledir.
Com o grupo Galo Frito, parodiou a cantora Katy Perry em um vídeo.
No mês passado, Fabiana Karla lançou o seu primeiro livro infantil chamado “O Rapto do Galo” ( a “manhã de autógrafos” ocorreu na sede do Galo da Madrugada em Recife, PE; a história gira em torno do sumiço do citado Galo, tradição do Carnaval nordestino).

Agradecimento: Alessa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s