Fashion Rio Outono Inverno 2014 – Píer Mauá

Publicado: 17/04/2014 em Evento, Moda

149
A atriz e apresentadora Natália Lage no Fashion Rio Outono Inverno 2014, no Píer Mauá.
Natália é niteroiense.
Iniciou na carreira artística fazendo inúmeras campanhas publicitárias, ainda muito criança.
Sua estreia na TV, no campo teledramatúrgico, já ocorreu quando era um pouco mais crescida, e logo ao lado de dois ícones do veículo, Tarcísio Meira e Glória Menezes, no seriado da Rede Globo “Tarcísio e Glória”.
Ganhou fama e simpatia com suas doçura e talento ao interpretar Regina, a filha dos personagens de José Wilker e Lucinha Lins em “O Salvador da Pátria”, uma novela de Lauro César Muniz que referenciava a conjuntura política do país (Regina possuía até um bordão: “Um beijo por um queijo”).
Após “Gente Fina”, obteve bastante prestígio como a Tuca de “Perigosas Peruas”, um folhetim com as comédia e ação características de Carlos Lombardi, o seu autor.
Antes de lhe oferecerem a primeira protagonista em “O Amor Está no Ar”, Natália Lage participou das histórias de “O Mapa da Mina”, “Tropicaliente” e “Cara & Coroa”.
A sua capacidade de comprovar que saberia fazer uma vilã veio com o convite para integrar o elenco de “A Lua Me Disse”, de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa.
Trabalhou em Portugal, no programa “Mundo VIP”.
Por dois anos, durante três temporadas, “ouviu o linguajar próprio dos adolescentes” em “Malhação”, defendendo o mesmo papel, Marina.
Não sem antes passar por “Pé Na Jaca”, de Carlos Lombardi, “visitou” “A Grande Família”, e a ela se “juntou” (personificou Gina de 2007 a 2011).
No ano seguinte, 2012, entra para o elenco fixo de “Tapas & Beijos”, divertindo-nos como a dançarina da boate “La Conga” Lucilene (sua função era atrapalhar o namoro entre Jorge, Fábio Assunção, e Sueli, Andréa Beltrão).
A atriz nunca deixou de fazer participações especiais, seriados e humorísticos.
Apareceu em filmes como “O Homem do Ano”, de José Henrique Fonseca (adaptação do romance de Patrícia Melo, “O Matador”); “Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida”, de Moacyr Góes; “Dois Filhos de Francisco”, de Breno Silveira; “Como Esquecer”, de Malu de Martino; “Vai Que Dá Certo” e “Vai Que Dá Certo 2”, de Maurício Farias (no dia 15 de setembro, estará no longa-metragem de Cláudia Jouvin, ao lado de Wladimir Brichta e Mariana Ximenes, “Um Homem Só”).
Desde cedo, o palco de um teatro lhe fora familiar, tendo encenado textos de Nelson Rodrigues (“Os Sete Gatinhos” e “Bonitinha Mas Ordinária”), George Walker em adaptação de Selton Mello e Daniel Herz (“Zastrozzi”), Virginia Woolf (“Orlando”, com direção de Bia Lessa), Adriana Falcão e Luciana Pessanha (“Eu Nunca Disse Que Prestava”), Pirandello (“Quando Se É Alguém”), e Pedro Brício (“Comédia Russa”, com direção de João Fonseca).
Esteve ainda nas montagens “Trilhas Sonoras de Amor Perdidas”, com a Sutil Companhia de Teatro, com direção de Felipe Hirsch, além de “JT – Um Conto de Fadas Punk” (texto de Luciana Pessanha, e direção de Paulo José) e “Edukators”, de Hans Weingartner (direção de João Fonseca).
No momento, Natália Lage pode ser vista em três atrações na TV: “Tempero Secreto” (série de ficção do GNT na qual interpreta a idealista sous-chef Tita), “Os Suburbanos”, no Multishow, como a golpista “femme fatale” Samira, e como apresentadora do “Revista do Cinema Brasileiro”, no Canal Brasil.

Foto: Paulo Ruch

Agradecimento: R. Groove
Rio Moda Hype

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s