Fashion Rio Verão 2014/2015 – Marina da Glória

Publicado: 22/08/2015 em Evento, Moda


O ator e músico Dudu Azevedo, no Fashion Rio Verão 2014/2015, na Marina da Glória. Foto: Paulo Ruch
Dudu é carioca, mas fora criado no município de Niterói, no Rio de Janeiro.
Desde criança demonstrou interesse pela música (foi membro, no futuro, de bandas musicais, como a Redtrip, exercendo a função de baterista).
No entanto, a arte da interpretação surgiu em sua vida, e já adolescente participa como Danton da transposição para a televisão do grande êxito teatral “Confissões de Adolescente”, levado ao ar na TV Cultura pelas mãos de Daniel Filho, que mais tarde repetiria o feito, só que no formato de longa-metragem.
O novo intérprete, devido à boa repercussão de sua estreia na TV, é convidado para integrar o elenco de uma novela da Rede Bandeirantes, “O Campeão”, de Ricardo Linhares e Mário Prata.
No ano de 2003, inicia uma colaboração com o autor Gilberto Braga em “Celebridade”, na Rede Globo (este folhetim, já naquela época, pretendeu fazer uma crítica à exacerbação do culto às celebridades, e ao desejo irracional e insano das pessoas conquistarem a fama a qualquer custo e preço).
Dudu experimenta o horário das 18h ao defender um papel em “Como Uma Onda”, de Walther Negrão.
No mesmo ano, 2006, o artista é visto em três produções: a minissérie de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, “JK”, a telenovela “Pé na Jaca”, de Carlos Lombardi, e um episódio no seriado “Minha Nada Mole Vida”.
Teve merecido destaque em “Duas Caras”, uma obra de Aguinaldo Silva, ao personificar o advogado sem muito apreço pelo trabalho Barretinho (Barretinho se apaixonou pela empregada doméstica de sua família, Sabrina, Cris Vianna, algo próximo a uma obsessão; no final da trama, o filho de Barretão, Stênio Garcia, e Gioconda, Marília Pêra, casa-se com a bela moça).
Na história de Antonio Calmon, “Três Irmãs”, teve a oportunidade de viver um vilão, Xande, com o qual mostrou uma outra face de seu talento.
Novamente ganha um papel com traços de vilão, Roberto Moreira, criado pelas teledramaturgas Duca Rachid e Thelma Guedes para a novela “Cama de Gato”.
Retomando sua parceria com Gilberto Braga, compõe um sedutor segurança, Neymar, na obra “Insensato Coração”, coescrita por Ricardo Linhares.
Aproveitando-se da popularidade do MMA (Mixed Martial Arts) no Brasil, Aguinaldo Silva resolve abordar este tema em seu folhetim, “Fina Estampa”, e para representar o assunto escala Dudu Azevedo para interpretar o lutador Wallace Mu (o personagem teve distintos conflitos, tanto pessoais quanto profissionais, no decorrer dos capítulos).
Em “Flor do Caribe”, de Walther Negrão, vestiu o uniforme de Amadeu, um aviador da Força Aérea Brasileira (FAB).
Dividiu cenas com Isabelle Drummond em “Geração Brasil”, de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira.
Não faltaram séries, como “Por Isso Eu Sou Vingativa”, no Multishow, e humorísticos, como “Toma Lá Dá Cá”, em sua trajetória artística.
O ator possui uma relevante história no cinema, seja em filmes que tratam com consistência o universo jovem, como “Ódiquê?”, de Felipe Joffily; “1972” (retrato da juventude em meio à efervescência cultural dos tempos da ditadura no ano que dá título ao longa), com roteiro de José Emílio Rondeau e Ana Maria Bahiana; e “Podecrer!”, de Arthur Fontes; quanto em cinebiografias como “Cazuza – O Tempo Não Pára”, de Sandra Werneck e Walter Carvalho (deu vida ao baterista Guto Goffi), e comédias como “Muita Calma Nessa Hora”, de Felipe Joffily; “Qualquer Gato Vira-Lata”, de Tomas Portella e “Qualquer Gato Vira-Lata 2”, de Roberto Santucci e Marcelo Antunez.
Estará ao lado de Letícia Spiller no longa-metragem de Alexandre Moretzsohn, “Desejos Modernos”.
No momento, Dudu Azevedo pode ser visto em “Babilônia”, novela de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, como Bento, um programador de games e aplicativos bonachão, íntegro, bem-humorado, amoroso e amigo (Bento mantém uma fiel amizade com o advogado Vinícius, Thiago Fragoso; durante a produção das 21h da Rede Globo, namorou com a também advogada Paula, Sheron Menezzes, porém, suas significativas diferenças no que diz respeito à ambição individual fizeram com que o relacionamento afetivo se desgastasse; agora, com a proximidade do fim da novela, ambos “ensaiam” um reatamento definitivo, amparado pela presença da bebê Manu, cuja guarda provisória foi requerida por Paula; Bento é um dos personagens mais cativantes de “Babilônia”).

Foto: Paulo Ruch

Agradecimento: R. Groove
TNG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s